Blogger news

Resenha: Uma Opinião sobre a crise política

Uma Opinião sobre a crise política


O Texto "Uma opinião sobre a crise política" de Patrick Monteiro, discorre sobre a atual situação política e econômica do Brasil. Ele presenta o perfil dos representantes do país e o descaso dos mesmos para com a população, que tem dificuldades de reagir diante de tamanha crise.

O autor acredita que a privatização seria uma boa forma de barrar a corrupção. As empresas envolvidas nos maiores escândalos políticos são, em sua maioria, geridas pelo Estado. Ele também incentiva os brasileiros a fazerem a sua parte cobrando seus direitos e se empenhando em conhecer melhor os candidatos para escolherem melhores representantes para o país.

Embora o autor não tenha grandes habilidades de produção de texto e tenha deixado bastante a desejar nesse quesito, o mesmo possui opiniões bastante claras e objetivas sobre a crise política e os caminhos para contorná-la.

Leia Mais ►

Saudades da infância

Saudades da infância
Imagem Pixabay

Era uma simples e ampla casa de periferia. Na frente, um belo jardim com um pinheiro que sempre ganhava luzes coloridas no natal. Nos fundos um quintal enorme se estendia desde a porta da cozinha até a divisa do terreno. Nele muitas árvores frutíferas, uma cisterna antiga com sarilho e uma bela horta eram o cenário da nossa infância feliz em um em uma cidade que não parecia, na época, tão grande. Num tempo que parecia passar lentamente.

Havia naquele lugar, uma ar constante de tranquilidade, um clima interiorano, com poucas moradias e muito verde; muitas arvores e gramados onde as crianças passavam o dia a se divertir escorregando pelos barrancos em caixas de papelão, brincando de piqui esconde, tirolesa, queimada...
Não existiam ainda os brinquedos tecnológicos de hoje em dia. Cada garrafa, caixa ou meia velha, se transformava em  um super artefato de pura diversão.
As mães, entre um afazer e outro, monitoravam as brincadeiras cuidando para que ninguém se machucasse, ou botasse fogo na vizinhança. usando os velhos sarilhos, tiravam água das cisternas para os afazeres domésticos, para cozinhar e regar a horta no quintal.

Á noite debruçados sobre as cercas ou sentados nas varandas, mãe e filhos aguardavam ansiosos o retorno do pai ao lar, depois de mais um árduo dia de trabalho.

Embora não imagine minha vida hoje, longe da atual tecnologia, sinto saudades das coisas simples do tempo em que ela não era assim, tão presente em nosso dia a dia, tais como: As brincadeiras de rua, as horas em frente ao velho gravador esperando o momento de gravar em uma fita k7 as minhas canções favoritas, e as tardes passadas em meio aos livros, fazendo pesquisas escolares na biblioteca, que foram hoje substituídas por poucos minutos de busca no Google.


Leia Mais ►

Uma Paineira não Muito Velha

Uma Paineira não Muito Velha

Essa Árvore esplêndida foi plantada por minha mãe em frente a nossa casa há 20 anos.
Todos os anos a vejo florescer, e ela fica linda assim, como está agora.


Flores rosas da paineira

Depois as flores viram frutos, que se abrem espalhando paina pra todo lado e incomodando a algumas pessoas que parecem ser intolerantes à natureza. Limpo tudo o que entra pela minha casa com prazer pois sei que logo novas folhas verdinhas vão nascer e ela florescerá de novo ficando com esse lindo visual que é a paisagem vista do meu terraço.

Paineira Vista do Terraço

Folhas Verdes da paineira

Amo essa paineira e sou muito grata por te-la em frente a minha casa. Espero que os outros a amem também e não cumpram a ameaça as vezes feita de corta-la quando as folhas e flores inundam o chão e a calçada.


Que a beleza dessa maravilhosa criação divina cative os corações de todos os que precisam recolher suas folhas, flores e frutos caídos ao chão.


Essa postagem faz parte da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão! da Elaine Gaspareto.

Leia Mais ►

Brincando de Viver

Brincando de Viver


Viver
Plantar no coração
Semente de emoção
Pra regar e cuidar
Por uma vida inteira

 Amar
Com o amor viajar
Por estradas de sol e poeira
E encarar de bem
Lama e chuva também
Fazer da vida
Uma imensa brincadeira

 Brincar
Brincando de viver
Aprendendo a crescer
Um pouco a cada dia
Dividindo o amor
Amenizando a dor
Com riso e com poesia

 Sonhar
E sempre trabalhar
Pra ver realizar
O sonho que se tem
Não desistir jamais
Tentar um pouco mais
E ser feliz também
Leia Mais ►